Até o momento, o “somos” é “sou”. O Museu do Futebol Gaúcho, por enquanto, sou eu, o Leonardo Reis de Souza. Pesquiso futebol gaúcho há pelo menos 20 anos, além de ser colecionador, principalmente, de camisetas e flâmulas. Meus principais interesses na área do futebol gaúcho são a história dos uniformes das equipes profissionais, os antigos estádios de Porto Alegre, o futebol amador da capital e o futebol do meu bairro, a Tristeza, na zona sul de Porto Alegre.

Apesar de eu ser o único editor do blog até agora, conto com a ajuda de muita gente. Em 2019, por exemplo, uma turma fundou a Associação dos Pesquisadores do Futebol Gaúcho (APEFUG), que ainda engatinha, mas tem um grande futuro pela frente. A base do funcionamento da APEFUG é a cooperação. Em cada postagem, eu vou citando, também, quem me ajudou especificamente num ou noutro artigo.

Desde o começo de 2020, eu também sou editor da Gremiopédia, que é um projeto muito legal. Lá, eu tenho me dedicado um pouco mais aos esportes amadores no Grêmio, um outro interesse meu. Por isso, as vezes, por aqui, aparecem assuntos que fogem um pouquinho do tema, para tratar de outros esportes.

O Museu do Futebol Gaúcho, hoje, é totalmente virtual. Mas o acervo físico dele vai gradualmente aumentando. Um dia, quem sabe, ele possa suprir a falta de um verdadeiro museu sobre o tema no Rio Grande do Sul.