Totalmente fora do tópico – Os primeiros campeonatos gaúchos de beisebol (antes da parte 1)

Antes da imigração japonesa, a ACM e o Grêmio tentaram promover o esporte entre os porto-alegrenses.

0

Muito antes dos campeonatos organizados pela colônia japonesa, o beisebol já havia tido aparições discretas em Porto Alegre. No primeiro dia do ano de 1917, o jornal A Federação informa sobre o “anunciado pic-nic” da ACM, a ser realizado naquele dia, na Granja Lusitana, no arrabalde de São João. Entre as várias modalidades esportivas que seriam oferecidas para o lazer dos associados estava o beisebol. Depois, em 27 de dezembro de 1920, o mesmo jornal noticia que “a colônia norte-americana realizou um convescote”, provavelmente nas comemorações do final de ano, e, além da reunião social, houve jantar e jogos de beisebol.

blog federacao

Ainda mais interessante é a nota publicada em 10 de janeiro de 1922: “Na praça de sports do atual campeão estadoal, realisou-se, hontem, perante grande assistência, o primeiro embate de Base-Ball.” O referido local era a Baixada, campo do Grêmio. O jogo foi disputado por duas equipes formadas por membros do clube, comandadas uma por Jorge Py e a outra por Bordini. Quem escreve, evidentemente, não estava entre a grande assistência, pois afirma que o esporte “muito cultivado na Europa e na América do Norte”, é um jogo “semelhante ao foot-ball association”. O jogo foi vencido pelo time de Bordini por 17 a 12. Aparentemente, ao final do jogo, foi elaborado algo como uma seleção (porque inclui ambos, Jorge Py e Bordini), que passou a se chamar Kannaya e desafiava qualquer equipe. Eis a escalação:

  • Pitcher: Bordini
  • Catcher: Ridguanay
  • SS: Paranhos
  • 1B: Marroni
  • 2B: Hernani
  • 3B: Napoleão
  • LF: Ramão
  • CF: Jorge Py
  • RF: Bruno
  • Reservas: Alencastro e Pedro Azevedo

Alguns dias depois, a primeira equipe a desafiar o Kannaya acabou sendo o time da ACM, em jogo disputado no dia 14 de janeiro, no mesmo local. Pelo menos para a minha surpresa, pois vimos que o esporte já era praticado na ACM há mais tempo, os comandados do sr. Bordini levaram ampla vantagem, vencendo o jogo por 17 a 4. Após a partida, o Kannaya reforçou o convite a qualquer equipe da capital ou do interior que estivesse disposta a ser desafiada.

Após janeiro de 1922, no entanto, o beisebol, aparentemente, é esquecido em Porto Alegre. Em novembro, quando se começa a discutir a construção de um grande complexo esportivo no Parque da Redenção, um campo de beisebol é previsto, o que leva a crer que, de alguma maneira, o esporte estava sendo praticado na região. No entanto, até que se prove o contrário, não há relato de partidas sendo disputadas no Estado, ao menos de maneira competitiva, por quase quatro décadas.

blog jornal do dia 02

Quando o esporte retorna às páginas dos jornais nos anos 1950, a influência é completamente diferente. Se, inicialmente, era praticado por pessoas ligadas às comunidades inglesas e norte-americanas, o beisebol passa a ser promovido pelos imigrantes japoneses. Com a retomada da imigração oficial japonesa, no começo da década, o esporte volta a ser praticado com maior regularidade no país. No caso do Rio Grande do Sul, a imigração se inicia, oficialmente, em agosto de 1956, embora já houvesse uma pequena quantidade de japoneses, em geral provenientes de São Paulo, na região. No ano de 1957, é promovido o primeiro campeonato sul-americano de beisebol, que acabou sendo vencido pelo Brasil, com uma equipe basicamente formada por imigrantes japoneses e que repetiria o feito dois anos mais tarde.

blog jornal do dia 01

Em setembro de 1959, a Associação Nipo-Brasileira do Rio Grande do Sul cria o seu Departamento de Esportes, chefiado pelo sr. Frank Kawashima, que foi entrevistado pelo Jornal do Dia na semana anterior ao I Campeonato Gaúcho, como forma de divulgação do evento. Curiosamente, alguns meses antes, em fevereiro, o mesmo jornal havia publicado uma matéria, assinada por Jacó Kornfeld, contando detalhes de como era praticado o jogo, sem citação alguma aos japoneses. E, por ironia, se no campo do Grêmio foi praticada a primeira tentativa mais intensa de difundir o esporte em 1922, no campo do Internacional se jogaria o campeonato estadual inaugural em 1959.

A história dos dois primeiros campeonatos de beisebol realizados no estado já havia sido contada anteriormente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *